segunda-feira, 31 de outubro de 2011

31 de outubro

0 comentários
O Saci

 
O Saci, ou Saci-pererê, é uma personagem bastante conhecida do folclore brasileiro, que teve sua origem presumida entre os indígenas da região das Missões, no Sul do país, por onde se espalhou em sua quase totalidade, ainda durante o período colonial (possivelmente no final do século XVIII). Nesta época, era representado por um menino indígena de cor morena e com um rabo, que vivia aprontando travessuras na floresta. 
Durante a escravidão, as amas-secas e os caboclos-velhos assustavam as crianças com os relatos das travessuras dele. Seu nome no Brasil é de origem Tupi Guarani. Existem 3 tipos de Sacis: O Pererê, que é pretinho, O Trique, moreno e brincalhão e o Saçurá, que tem olhos vermelhos.
Em 2005 foi instituído o Dia do Saci no Brasil, comemorado no dia 31 de outubro, a fim de restaurar as figuras do folclore brasileiro, em contraposição ao Halloween. Festas folclóricas ocorrem nesta data em homenagem a este personagem.
A figura do Saci surge como um ser maléfico, como somente brincalhão ou gracioso, conforme as versões comuns ao sul. Se diverte com os animais e pessoas, fazendo pequenas travessuras que criam dificuldades domésticas, ou assustando viajantes noturnos com seus assobios - bastante agudos e impossíveis de serem localizados. Assim é que faz tranças nos cabelos dos animais, depois de deixá-los cansados com correrias; faz as cozinheiras queimarem as comidas.


Na Região Norte do Brasil, a mitologia africana o transformou em um negrinho que perdeu uma perna lutando capoeira, imagem que prevalece nos dias de hoje. Herdou também, da cultura africana, o pito, uma espécie de cachimbo, e da mitologia européia, herdou o píleo, um gorrinho vermelho usado pelo lendário trasgo. Sobre este último caractere é de notar-se que já na mitologia romana registrava Petrônio, no Satiricon, que o píleo conferia poderes ao íncubo e com recompensas a quem o capturasse.
Ele também se transforma numa ave chamada Mati-taperê, ou Sem-fim, ou Peitica como é conhecida no Nordeste, cujo canto melancólico, ecoa em todas as direções, não permitindo sua localização. A superstição popular faz dessa ave uma espécie de demônio, que pratica malefícios pelas estradas, enganando os viajantes com os timbres dispersos do seu canto, e fazendo-os perder o rumo.
Papel do mito
O mito existe pelo menos desde o fim do século XVIII ou começo do XIX. A função desta"divindade" era o controle, sabedoria, e manuseios de tudo que estava relacionado às plantas medicinais, como guardião das sabedorias e técnicas de preparo e uso de chá, mezinhas, beberagens e outros medicamentos feitos a partir de plantas.
Como suas qualidades eram as da farmacopéia, também era atribuído a ele o domínio das matas onde guardava estas ervas sagradas, e costumava confundir as pessoas que não pediam a ele a autorização para a coleta destas ervas.
Diz o mito que ele se desloca dentro de redemoinhos de vento, e para captura-lo é necessário jogar uma peneira sobre ele. Após o feito, deve-se tirar o gorro e prender o saci dentro de uma garrafa. Somente desta forma ele irá obedecer seu “proprietário”.
O Saci na arte e literatura
A crença neste personagem ainda é muito forte na região interior do Brasil. Em volta das fogueiras, os mais velhos contam suas experiências com o saci aos mais novos. Através da cultura oral, o mito vai se perpetuando. Porém, o personagem chegou aos grandes centros urbanos através da literatura, da televisão e das histórias em quadrinhos.
O primeiro escritor a se voltar para a figura do Saci-Pererê foi Monteiro Lobato, que realizou uma pesquisa entre os leitores do jornal O Estado de São Paulo. Com o título de "Mitologia Brasílica - Inquérito sobre o Saci-Pererê", Lobato colheu respostas dos leitores do jornal que narravam as versões do mito, no ano de 1917. O resultado foi a publicação, no ano seguinte, da obra Saci-Pererê: resultado de um inquérito, primeiro livro do escritor.
Nas histórias do Sítio do Pica-Pau Amarelo, o saci aparece constantemente. Ele vive aprontando com os personagens do sítio. A lenda se espalhou por todo o Brasil quando as histórias de Monteiro Lobato ganharam as telas da televisão, transformando-se em seriado, transmitido nas décadas de 1970-80. O saci também aparece em várias momentos das histórias em quadrinhos do personagem Chico Bento, de Maurício de Souza.

31 de outubro

0 comentários

Dia das Bruxas (Halloween) é uma festa típica anglo-saxã

( Anglo-saxão é a denominação dada à fusão dos povos germânicos (anglos, saxões e jutos) que se fixaram no sul e leste da Grã-Bretanha no século V, e a criação da nação inglesa, para a conquista normanda da Inglaterra de 1066.[1] Em relação aos saxões, podemos dizer que eram um antigo povo da Germânia, habitantes da região próxima da foz do rio Álbis (atual Elba) e correspondente à atual região de Holstein na Alemanha. O indivíduo desse povo é o saxônico, saxônio ou saxão. )
A origem do halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha entre os anos 600 a.C. e 800 d.C., embora com marcadas diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase "Gostosuras ou travessuras", exportada pelos Estados Unidos, que popularizaram a comemoração. Originalmente, o halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Samhain, celebrado entre 30 de outubro e 2 de novembro e marcava o fim do verão (samhain significa literalmente "fim do verão").

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

CONCURSO: SLOGAN DA CAMPANHA DA RECICLAGEM

2 comentários
CONCURSO: SLOGAN DA CAMPANHA DA RECICLAGEM

Tivemos o Concurso interno para escolha do melhor slogan para a Campanha da Reciclagem da escola. O vencedor do Concurso foi o aluno do 1º ano do Ensino Médio Reinaldo Seiler.

Como premiação o aluno recebeu uma camisa e um troféu personalizados com seu trabalho.

Parabéns ao aluno Reinaldo.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

DIA DO PROFESSOR

0 comentários
SÁBADO DIA 15/10/2011 PROGRAMAÇÃO ESPECIAL PARA AS CRIANÇAS E DIA DO PROFESSOR







HOMENAGEM DO MÊS DE SETEMBRO

0 comentários
HOMENAGEM DO MÊS DE SETEMBRO REALIZADA PELO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO.



segunda-feira, 17 de outubro de 2011

SEMANA DA CRIANÇA

0 comentários
SHOW DE TALENTOS REALIZADO DIA 13/10
COM ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO.
PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES!!!












PROJETO DE LEITURA 2ª ETAPA

0 comentários
INICIOU NO DIA 11/10 A 2ª ETAPA DO PROJETO DE LEITURA. NESTA ETAPA A LEITURA É FEITA EM PEQUENOS GRUPOS UMA VEZ POR SEMANA.




SOLETRAÇÃO

0 comentários
TAMIRES FELIX GONSALVES 
FINALISTA DO CONCURSO DE SOLETRAÇÃO.

sábado, 15 de outubro de 2011

SEMANA DA CRIANÇA

0 comentários
DIA DA FANTASIA





terça-feira, 11 de outubro de 2011

HOMENAGEM DO MÊS DE SETEMBRO

0 comentários
HOMENAGEM DO MÊS DE SETEMBRO REALIZADA PELA 1ª SÉRIE  01 E 1ª 02






SEMANA DA CRIANÇA

0 comentários




DIA DA FANTASIA(PERIODO MATUTINO)